• Carregando...
Protesto em Sanaa, no Iêmen, contra a operação anunciada recentemente para proteger navios no Mar Vermelho, na sexta-feira (22)
Protesto em Sanaa, no Iêmen, contra a operação anunciada recentemente para proteger navios no Mar Vermelho, na sexta-feira (22)| Foto: EFE/EPA/OSAMAH YAHYA

Os rebeldes xiitas houthis do Iêmen afirmaram nesta terça-feira (26) que atingiram com mísseis um navio comercial e realizaram uma série de ataques com drones contra diferentes alvos militares em Israel.

Em uma declaração televisiva na rede de televisão Al Masira TV, o porta-voz militar do grupo, Yahya Sarea, disse que suas forças navais “realizaram uma operação direcionada contra o navio comercial MSC United com mísseis navais apropriados”.

“O ataque contra o barco ocorreu depois que sua tripulação rejeitou pela terceira vez os apelos da marinha [houthi], bem como repetidas mensagens de alerta de incêndio”, disse Sarea.

Ele acrescentou que o grupo também “realizou uma operação militar com vários aviões não tripulados contra alvos militares na área de Um al Rashrash [Eilat] e outras áreas da Palestina ocupada” como parte do “apoio contínuo ao povo palestino de acordo com seu dever religioso, moral e humanitário”.

Sarea também prometeu continuar com “as operações no Mar Vermelho e no Mar Arábico contra navios israelenses ou navios destinados aos portos da Palestina ocupada até que cheguem os alimentos e medicamentos necessários à Faixa de Gaza”.

A Defesa Aérea egípcia interceptou um drone que voava em frente à cidade turística de Dahab, situada no Mar Vermelho, que possivelmente vinha do Iêmen e que tinha como objetivo atacar Israel, informou à Agência EFE uma fonte de segurança egípcia.

O Exército egípcio conseguiu explodir este drone no ar nesta cidade localizada na Península do Sinai (leste), uma vez que se encontrava “no espaço aéreo egípcio”, segundo a fonte que pediu anonimato, que acrescentou que se acredita que esta aeronave não tripulada veio do Iêmen e foi lançada pelos rebeldes xiitas houthis contra Israel.

Da mesma forma, a Marinha britânica alertou para outra explosão junto a um navio a norte do importante porto iemenita de Al Hodeidah, localizado no Mar Vermelho, naquele que é o segundo incidente em um dia nesta rota comercial estratégica.

A Marinha britânica recebeu “um relatório de um incidente a aproximadamente 60 milhas ao norte de Al Hodeidah. Explosões foram ouvidas e mísseis foram vistos 4 milhas ao norte da posição”, de acordo com o alerta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]