• Carregando...

Cristina Graeml visita a praça em frente ao Museu de Arte de Telavive e do Quartel Geral do Exército de Israel, agora batizada de Praça dos Sequestrados. Desde o dia 7/01/23, quando terroristas do Hamas invadiram o país, metralhando pessoas, torturando, estuprando e queimando vivos bebês, crianças, adolescentes, adultos e idosos, parentes dos mais de 240 reféns prestam homenagens a eles na praça, tentando pressionar as autoridades para que os sequestrados sejam liberados. A campanha Bring Them Home Again também ajuda a informar ao mundo que há dezenas de famílias a mais de 70 dias na angústia por filhos, netos, irmãos, pais, tios e avós.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]