• Carregando...
Ex-agente da divisão militar de inteligência russa, Skirpal, antes de ser preso, confessou ter sido recrutado pelo Reino Unido | YURI SENATOROV/AFP
Ex-agente da divisão militar de inteligência russa, Skirpal, antes de ser preso, confessou ter sido recrutado pelo Reino Unido| Foto: YURI SENATOROV/AFP

A imprensa britânica informou nesta segunda-feira (5) que um ex-espião russo está internado em estado grave após se expor a uma substância desconhecida, caso que relembra a forma como foi morto o ex-agente Alexander Litvinenko.  

Autoridades locais e nacionais disseram que um homem, identificado como Sergei Skripal, 66, e uma mulher foram encontrados inconscientes em um banco de uma galeria comercial de Salisbury, a 145 km de Londres. 

Ex-agente da divisão militar de inteligência russa, Skirpal aposentou-se em 1999. Ele ainda trabalhou na Chancelaria em 2003, um ano antes de ser preso e confessar ter sido recrutado pelo Reino Unido em 1995.  

Ele foi condenado na Rússia sob a acusação de espionagem e sentenciado em 2006 a 13 anos de prisão. Quatro anos depois, ele foi libertado em uma troca de agentes secretos entre russos e americanos.  

O ex-espião foi submetido a um tratamento de descontaminação e está na UTI. As pessoas que se expuseram aos dois foram colocadas em quarentena e a emergência do hospital foi isolada.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]