• Carregando...
Arthur Lira
Capital alagoana patrocinou a Beija Flor de Nilópolis para homenagear personagem do carnaval do estado.| Foto: reprodução/Instagram Arthur Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), aproveitou o fim de semana de Carnaval para desfilar em uma das alas da escola de samba Beija Flor de Nilópolis, no Rio de Janeiro. A escolha de uma agremiação carioca em vez de uma da sua base eleitoral, Maceió, não foi à toa.

A Beija Flor recebeu um patrocínio de R$ 8 milhões da prefeitura da capital alagoana para contar a história de Rás Gonguila, figura histórica da folia do estado.

No ano passado, quando o contrato de “fomento” foi firmado, o Tribunal de Contas do Estado de Alagoas chegou a questionar o patrocínio avaliando uma "eventual extrapolação de gastos", se havia verba suficiente no orçamento municipal para o turismo e a diferença de repasse para a escola de samba carioca e para as agremiações de Maceió. O prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), não respondeu ao questionamento da Corte.

O governo alagoano justificou o patrocínio afirmando que “o investimento da Secretaria teve por objetivo incentivar e fomentar a cultura local, bem como o turismo na capital alagoana”. Lira também justificou, além de reconhecer que a Beija Flor é sua “escola do coração”.

“Os governos realizam parcerias público-privadas, incentivam a cultura. Ninguém pode desconhecer que a escola de samba é um movimento democrático. Independentemente de como chegou até aqui, o Carnaval é fundamental da cultura brasileira”, disse à Folha de São Paulo no sambódromo ao ser questionado sobre a relação entre escolas de samba e contraventores – o presidente da Beija Flor, Anísio Abrão David, já foi condenado por ligação com o jogo do bicho.

Ele disse, ainda, que os recursos não foram provenientes de emendas parlamentares.

Quando anunciou o patrocínio à escola de samba, em maio do ano passado, a prefeitura de Maceió alegou que não havia como realizar chamamento público para selecionar uma entidade para ser patrocinada "em razão na natureza singular do objeto da parceria [...] tendo por objetivo precípuo o fomento ao turismo e à cultura maceioense".

“O crescimento do turismo, potencializado pela exposição da cultura da Cidade no desfile da Beija-Flor, impacta positivamente o comércio e a renda de milhares de pessoas, sejam ambulantes, motoristas de aplicativos, manicures dentre outros vários profissionais”, concluiu a nota da prefeitura de Maceió ao justificar o patrocínio milionário à agremiação carioca.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]