• Carregando...
A embaixada de Israel no Brasil disse que “as cenas dos ataques terroristas em Israel lembram a muita gente os dias sombrios do passado”.
A embaixada de Israel no Brasil disse que “as cenas dos ataques terroristas em Israel lembram a muita gente os dias sombrios do passado”.| Foto: Reprodução redes sociais

As redes sociais registraram a participação de um sobrevivente do holocausto em um ato pró-Israel que aconteceu no domingo (15), em Copacabana, Rio de Janeiro (RJ). O idoso aparece caminhando com as mãos para trás segurando a bandeira de Israel. O que chamou atenção foi o fato de se ver tatuada em seu antebraço esquerdo uma numeração como as que eram atribuídas aos judeus presos em campos de concentração pelos nazistas.

Ao compartilhar o registro em seu perfil na rede social X, a embaixada de Israel no Brasil disse que “as cenas dos ataques terroristas em Israel lembram a muita gente os dias sombrios do passado”.

“Um sobrevivente do Holocausto participou da marcha de apoio a Israel no Rio. No braço, o número que os nazistas colocaram em sua pele”, diz a publicação da embaixada.

Durante a caminhada, os manifestantes exibiram cartazes pedindo a libertação dos reféns e denunciando o terrorismo do Hamas.

No mesmo dia, a comunidade palestina organizou um ato em favor do Hamas na Avenida Paulista, em São Paulo (SP). Com bandeiras, faixas e cartazes, os manifestantes pediram o fim dos bombardeios de Israel na Faixa de Gaza deflagrados como reação ao ataque sanguinário dos terroristas contra os israelenses. Outro ato contra Israel foi realizado em Brasília.

Atos pelo mundo

Desde o início da guerra, vários países têm registrado manifestações contra e a favor de Israel.

Neste fim de semana, manifestantes pediram o fim da reação israelense em atos realizados na Inglaterra, enquanto diversas cidades da França registraram atos pró-Israel.

Espanha, Escócia, Suécia, Dinamarca, Irlanda, Alemanha e Colômbia registraram atos para os dois lados do conflito.

Os Estados Unidos, que já declararam apoio irrestrito a Israel, também registraram manifestações para os dois lados. Nos protestos pró-Hamas, os manifestantes têm pedido o fim de Israel e dos EUA.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]