• Carregando...
Presidente Lula e presidente do PT, Gleisi Hoffmann durante as comemorações dos dos 43 anos de criação do PT
Presidente Lula e presidente do PT, Gleisi Hoffmann durante as comemorações dos dos 43 anos de criação do PT| Foto: Lula Marques/Agência Brasil

O partido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lançou uma cartilha para orientar filiados a "combater as mentiras que são usadas como ferramenta política contra o PT e seus filiados" nas eleições municipais de 2024. Também foi criado um Portal "Casa 13" para receber denúncias de "desinformação".

"A iniciativa do PT já recebeu milhares de denúncias de todo país e se tornou nos últimos anos uma importante ferramenta de luta contra a desinformação", explica o partido na cartilha.

Odocumentoapresenta orientações de como criar uma “central municipal de combate às fake news” e sugere a habilitação de uma conta no WhatsApp exclusiva para a finalidade. O integrante do partido deverá divulgar o número pelas redes sociais e “convocar” pessoas para “denunciar mentiras sobre o PT ou a respeito de representantes” da legenda. Ao receber as denúncias, o PT reforça que o integrante do partido deverá "desmenti-las publicamente, com ajuda do departamento jurídico, se for o caso".

PT lança cartilha para combater fake news
PT lança cartilha para combater fake news| Reprodução

Na cartilha, o partido também dá dicas e ensina o passo a passo para "identificar uma fake news", como verificar a relação de uma manchete com o conteúdo e a contextualização da imagem com a manchete.

"Lembra da história que os bolsonaristas inventaram dizendo que o exército estava trabalhando na transposição do Rio São Francisco graças a Bolsonaro? A foto que circulava estava em um contexto falso; era do governo Dilma", cita o partido na cartilha. Porém, notícias sobre a transposição já viraram uma rivalidade entre os apoiadores de Lula e do ex-presidente Jair Bolsonaro, conforme foi mostrado em reportagem da 999 slots games.

E para "desmentir as fake news", o partido recomenda que sejam feitos vídeos com "provas desmentindo os boatos". "Exponha as mentiras e reforce aos apoiadores o pedido: se receber um boato nas redes não compartilhe e nem interaja, denuncie à Central de Fake News. Divulgue também caso medidas judiciais sejam tomadas", explica o PT.

Ao divulgar a plataforma e a cartilha, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, citou que a iniciativa é para combater a "máquina de mentiras" da extrema direita. “O país e o povo vivem um momento de reconstrução e desenvolvimento. No entanto, os responsáveis pelo trágico governo anterior insistem em resistir aos novos tempos. Sem argumentos, a extrema direita continua com sua máquina de mentiras”, afirma Gleisi.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]