• Carregando...

Entrevista de Cristina Graeml com a advogada Morgana Kjelin, que defende vários dos presos políticos do 8 de janeiro, entre eles o empresário Leonardo Grangeiro, de Brasília, que ficou conhecido como "homem da rampa", por ter sido preso sem sequer ter entrado nos prédios públicos.

Ele subiu a rampa do Congresso por orientação de policiais, para que se abrigasse das bombas que eram jogadas de helicóptero. No meio da subida ajoelhou-se para rezar ao ver policiais atirando contra ele. Atingido, não conseguiu mais se levantar, foi algemado e preso.

Após 11 meses, segue atrás das grades, na penitenciária da Papuda, acusado de 7 crimes que não cometeu e sendo difamado por extremistas de esquerda como se fosse terrorista e golpista.

Assista à entrevista clicando no play da imagem que ilustra esta página. Depois deixe sua reação a este conteúdo e um comentário para contribuir com o debate.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]