• Carregando...

O motoboy Wellington Firmino, de Sorocaba (SP), passou 10 meses preso na Papuda por ter participado da manifestação do 8 de Janeiro. Ele conta que entrou no prédio do Congresso Nacional, que estava de portas abertas, e fugiu para a escada de incêndio quando policiais do batalhão de choque entraram jogando bombas contra manifestantes pacíficos.

Firmino subiu 28 andares e ficou isolado no alto de uma das torres do Congresso por mais de uma hora. Foi preso quando tentava voltar. Os meses na prisão resultaram na perda de 8 quilos e o alvará de soltura só veio depois de 3 meses aguardando que o ministro Alexandre de Moraes analisasse pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) para sua saída da cadeia. Segue de tornozeleira eletrônica, com várias restrições, aguardando julgamento por crimes que não cometeu.

0COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]