• Carregando...
Paleta de leitão assada em baixa temperatura, com laranja e cerveja – uma receita do chef Ivo Lopes para fazer no Natal.
Paleta de leitão assada em baixa temperatura, com laranja e cerveja – uma receita do chef Ivo Lopes para fazer no Natal.| Foto: Anacreon de Téos

Sem ideia de última hora para o Natal? Sem problemas, sempre é possível dar um jeito.

Uma das carnes mais saborosas que existem é a suína, ainda mais agora, com todo o moderno processo de manejo e produção, que justificam o selo de carne mais saudável do mundo. É, foi-se o tempo que a carne de porco era sempre suspeita de provocar doenças, decorrentes da falta de higiene e de cuidados sanitários na criação dos animais.

Malpassada? Nem imaginar, era o que se pregava lá atrás. Verdade que esse preconceito ainda existe em algumas pessoas, que não se atualizaram com as informações e pensam naquilo que aprenderam com tias e avós.

Isso já era, assunto superado. Tanto que o verdadeiro Hackepeter (a versão alemã do steak tartare) é feito com carne crua, como o outro, mas de carne suína crua. Ficou intrigado? Desconfiou? É só dar um Google e procurar alguma receita original. Facilito, aqui tem uma receita lá deles.

Mas claro que esse não é um prato natalino, foi apenas um exemplo de qualidade e de saudabilidade dessa carne tão saborosa e a mais apreciada e consumida mundo afora. Por aqui ainda engatinha, perdeu muito espaço para a carne bovina, mas o consumo cresce cada vez mais, ano após ano.

Vamos de leitão, então, nessa ceia de domingo? Mesmo porque, se deixou para fazer em cima da hora, não é qualquer prato que pode ficar pronto com tanto sabor quanto uma bela paleta pururuca, chegando douradíssima à mesa.

Fiz dias atrás em almoço de família e não sobrou nada para contar história. E olha que fiz duas, já que elas são pequenas. A inspiração foi o belo estoque que o Dielson Shilipacke recebeu no Espaço Angus Prime, o açougue do Mercado Municipal de Curitiba. Não só paletas, também pernis, barrigas, costelas, carrés e o que se possa imaginar. Congeladas ou frescas, conforme o desejo de cada um. E podem ser até temperadas, caso o cliente deseje.

Eu, de minha parte, prefiro temperar do meu jeito. Ou melhor, do jeito que aprendi com um dos grandes cozinheiros que conheci nessa trajetória de décadas pelo mundo da gastronomia: Ivo Lopes.

Uma marinada de véspera, uma massagem carinhosa e daí é só aguardar o momento de ir ao forno. E um detalhe interessante, que muita gente ignora: sem nada ácido na marinada. Nem vinho nem vinagre nem limão, porque esses líquidos desidratam a carne, que não fica tão suculenta quando desejaríamos.

E, para pururucar, nada de artifícios, como maçarico ou óleo quente. O tempo mais longo de forno e a diferença de temperaturas faz com que o couro ganhe cor normalmente e, a partir dali, comece a pururucar.

Vamos à receita, então?

Bom apetite!

Duas paletas de leitão, alho assado e legumes grelhados, para deixar com água na boca.
Duas paletas de leitão, alho assado e legumes grelhados, para deixar com água na boca.| Foto: Anacreon de Téos

Paleta de leitão assada em baixa temperatura, com laranja e cerveja

Com base em receita original do chef Ivo Lopes
Tempo de preparoDe um dia para o outro, com tempo para marinar
Rendimento6 porções
PreparoFácil

Ingredientes

  • 1 paleta de leitão de, no máximo, 2,5 kg (no máximo mesmo
  • 8 dentes de alho, picados
  • 1 cebola grande, picada
  • tomilho e alecrim
  • sal
  • ¾ de xícara de azeite de oliva
  • 1 garrafa de 600 ml de cerveja IPA
  • 600 ml de suco de laranja (6 unidades, em média)

Preparo

  1. Misture o alho, a cebola e as ervas com o azeite. Misture bem.
  2. Junte o sal e massageie a carne de todos os lados, de forma que toda superfície possa absorver o sabor.
  3. Ajeite a carne, com o couro para cima, em um recipiente, com os temperos, cubra com papel alumínio e deixe marinar na geladeira de um dia para o outro. Vire a peça algumas vezes nesse período.
  4. Para assar, aqueça o forno a 160ºC, retire a paleta, descarte a marinada, passe papel-toalha por cima do couro, para secar bem, e ponha na forma, com o couro virado para cima.
  5. Despeje em volta pelo menos um dedo do líquido (cerveja/laranja) no fundo. Cubra com papel alumínio e deixe assar por cerca de três horas.
  6. Verifique a textura da carne, retire o papel alumínio.
  7. Aumente a temperatura do forno para 180ºC e deixe por mais uma hora ou até que o couro fique dourado e crocante.
  8. Retire do forno, aguarde de cinco a dez minutos, para que os sucos se redistribuam novamente na carne, corte em fatias e sirva.

Para quem porventura não queira carne suína ou até variar com outra opção diferente na mesma mesa, o açougue tem cortes de carneiro, cordeiro, cabrito, pato, marreco, peito de peru, coelho e até carnes exóticas, como jacaré e avestruz.

Ah, sim, o Mercado Municipal está abrindo às 7h e, sexta e sábado, vai até às 20h. No domingo de Natal, fica aberto até as 16h.

Feliz Natal!

=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=-=

Entre em contato com o blog:

Blog anterior: https://www.myjgbs.com

Twitter:https://www.relationcg.com

E-mail:a-teos@uol.com.br

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]